Pular para o conteúdo principal

Papo de Fisioterapeuta - Fisioterapia Pós Parto

Por Raquel Vasques Escobar - Fisioterapeuta

O Pós-parto é um período de grandes modificações corporais e psíquicas, principalmente para as mamães de primeira viagem. 

Antes mesmo do nascimento criamos várias expectativas, nos preocupamos, dormimos menos e finalmente chega o grande dia e o nosso tesouro maior nasce.

Deste dia em diante tudo muda e precisamos trabalhar o corpo e a mente para enfrentar de forma harmônica todas essas mudanças.

Compartilho com vocês algumas técnicas que podem nos ajudar após o parto e que você poderá fazer em casa!

Importante: A liberação de exercícios normalmente ocorre após 30 dias nos casos de parto normal e após 45 dias nos partos cesárea, mas, sempre é aconselhável seguir a orientação e liberação de seu médico.

Ansiedade - Reeducação respiratória.

Um sintoma comum no pós-parto é a ansiedade, e com ela deixamos de relaxar e curtir os momentos únicos de cada fase de nosso bebê.

Sempre que possível, aproveite os horários de sono do seu bebe para descansar e fazer alguns exercícios.

Reduzir a ansiedade através do controle da respiração é fácil!

Sente-se no chão com as pernas de “índio”, mantenha a coluna reta, se preferir pode apoiar na parede.

Coloque as mãos sobre a barriga e lentamente encha os pulmões de ar pelo nariz fazendo com que a barriga empurre as suas mãos (conhecida como respiração abdominal), segure por três segundos o ar e solte pela boca lentamente.

Repita por 6 – 10 vezes essa técnica, para auxiliar coloque uma música calma, as músicas orquestradas de bebês são uma ótima dica. 

Você pode colocar no quarto do bebê enquanto ele dorme e aproveitar para exercitar sua respiração.

Levantar da cama

Lembre-se que sua coluna sofreu várias mudanças no decorrer da gestação e que devemos evitar movimentos que a prejudiquem ainda mais. 

Uma dica simples é sempre posicionar-se de lado antes de levantar, colocando as pernas para fora e emburrando o corpo com os braços. 

Desta forma evitamos sobrecargas na região lombar.

Músculos do assoalho pélvico (períneo)

É importante começar os exercícios do assoalho pélvico após 12 horas do parto, para readquirir a força desses músculos tão importantes, o mais rápido possível.

A mãe precisa praticar as contrações 4 ou 5 vezes em intervalos frequentes durante todo o dia. 

Sempre fazendo a contração (como se estivesse segurando o xixi) e relaxando. 

Você também poderá deitar de barriga para cima, dobrar as pernas e colocar uma bola pequena ou travesseiro nos meio das pernas e realizar o movimento de apertar a bola, mantendo por 10 segundos e relaxe, repita o mesmo movimento 20 – 30 vezes ao dia.

Fortalecimento da musculatura abdominal

A involução do útero geralmente termina com cerca de 20 dias, mas os músculos abdominais podem levar 6 semanas para retornar ao estado pré-gestacional e 6 – 8 meses até que a força total retorne.

Inicialmente você deverá realizar apenas contrações abdominais, ou seja, contrair o abdome (encolher a barriga) , manter por 5 segundos e relaxar. 

Faça esse exercício sempre que puder, várias vezes ao dia.

Quer a alimentação do bebê seja no peito ou com mamadeira, a posição adotada para este momento deve ser segura e confortável, desta forma, a mãe evitará esforços e tensões musculares desnecessárias e que repetidas poderão ocasionar dor e desconforto.

Ao escolher a cadeira, preferencialmente com braços e encosto.

  • Sentar o mais para trás da cadeira possível.
  • Colocar almofadas na parte inferior das costas e sentar ereta.
  • Colocar o bebê sobre uma almofada ou travesseiro no colo para aproximá-lo da mamãe.
  • Colocar os pés apoiados, em uma banqueta, por exemplo, para elevar a altura dos joelhos.


Postura para segurar o bebê em pé

Preferencialmente a mamãe deverá segurar o bebê quando em pé sobre um dos ombros, encaixar o bumbum e contrair os músculos da barriga. 

Muitas mães acabam cometendo o péssimo hábito postural de colocar a barriga para frente e criar com a barriga um “banquinho” para o apoio do bebê.

Essa postura é péssima e ainda favorece o relaxamento da musculatura abdominal, criando a famosa barriguinha que não some. 

Além disso, força a coluna lombar ocasionando dores intensas com o passar dos meses. 

Lembrem-se seu bebê ficará cada vez mais pesado e continuaremos dando o famoso colinho de mãe que é uma delícia !!!

Troca de fraldas

O bebê pode ser trocado em uma superfície que seja mais ou menos da altura da cintura, evitando assim que a mulher fique curvada. 

Quando não estamos em casa devemos procurar um local seguro e sempre evitar curvar-se.

Raquel Vasques Escobar
Fisioterapeuta Especialista em Fisioterapia Respiratória e Pneumologia
Universidade Federal de São Paulo
CREFITO 78902-F

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Planner Diário: Organize seu dia

A gente sempre sabe que precisa ser mais organizada, mas o que acontece é que a rotina nos engole e vamos deixando as coisas pelo caminho, não é mesmo?

Para ajudar a retomar as rédeas da nossa vida e do nosso destino, montei esse planner diário que vai facilitar e muito a organização do seu dia a dia !



É só imprimir e começar a usar!

O que? Não tem impressora ?

Pega uma folha de papel e crie o seu a partir deste modelinho!

Fez?
Posta e me marca que eu quero ver tá?

Um beijo e Foca na Organização

Como Participar do Foca na Balança

A primeira pergunta que todo mundo que chega por aqui faz é essa: "Como posso participar do Foca na Balança?"
Para eliminar toda e qualquer tipo de dúvida que possa surgir, preparei este post para vocês, vamos lá?


Treinamento Funcional na Praia
Nossas aulas de Treinamento Funcional na Praia acontecem todas as segundas, quartas e sextas às 9 da manhã, nas areias da praia do Canal 3 em Santos*, atrás da Concha Acústica.


A primeira aula é grátis e você pode agendar a sua participação enviando uma mensagem pelo nosso Instagram ou Facebook.

* Em caso de chuva forte com raios o treino é cancelado.

Caminhadas Mensais Gratuitas
O nosso grupo inicialmente realizava caminhadas diárias no período da noite nas areias da praia de Santos.

Atualmente, as caminhadas são sempre temáticas e realizadas um sábado por mês, com programação divulgada previamente em nossas redes sociais, saindo entre 9:30/10 da manhã do mesmo local onde as aulas de Funcional são realizadas, no Canal 3, em frente à C…

Foca Responde: Mulher precisa treinar braços?

Todo mundo sabe que assim como os homens odeiam fazer treino de pernas, a grande maioria das mulheres foge dos exercícios que trabalham membros superiores!

Mas porque é que a mulherada evita tanto este tipo de treino?

Muitas mulheres não fazem exercícios de braço com medo de ficar “forte demais”.
O que a maioria não se dá conta é que, a maior parte dos movimentos do nosso dia a dia, exige força adivinhem onde?
Simmmmm, nos braços !

Treinos funcionais (usando apenas a força do corpo) ou de Musculação (usando peso livre ou máquinas) preparam você para atividades que eu tenho certeza que acontecem diariamente em sua rotina como:
- Carregar sacola de mercado,
- Ajudar os filhos com as pesadas mochilas da escola,
- Pegar os filhos, sobrinhos, netos (etc), no colo,
- Mudar móveis de lugar, dentre muitas outras atividades ...

Sem contar que treinar braços, ombros, costas e peitoral melhoram e muito o seu tônus muscular fazendo com que o passar dos anos não sejam cruéis e a flacidez muscular seja minim…