Pular para o conteúdo principal

Foca no Resultado: A história de Carla

Mais uma história de uma amiga querida que, começou junto com a gente e já está colhendo os frutos de "Focar na Balança".

Conheça a história de Carla, 31 anos, mãe de Arthur.

"Breve histórico

Eu sempre tive tendência para engordar e passei a vida de olho na balança e fazendo atividade física para queimar energia e não precisar ficar sempre privada de comer coisas
gostosas. Tenho 31 anos e fiz 3 regimes até hoje:

- Com 13 anos, quando entrei para a adolescência e vi que estava acima do peso. Fui de 69 kg para 48 kg com 1,63 cm e me mantive magra até ao 23 anos.

- Com 25 anos, quando vi que morar junto engorda. Fui de 79 kg para 62 kg com 1,70 cm.

- Com 31 anos, quando vi que, no meu caso, amamentar não emagrece. Cheguei a pesar 86 kg e hoje estou com 69 kg com 1,70 cm. Minha meta final é chegar aos 67 kg.

De outubro de 2012 até fevereiro de 2013 (ou seja, 5 meses), emagreci 12, 5 kg e alcancei minha primeira meta, que era perder 10% do um peso. 

Em abril, minha segunda meta foi alcançada: perder mais 5% do meu peso. 

Essa reta final é mais demorada, porque já não estou mais com sobrepeso, então o ritmo de emagrecimento é menor.

O processo

Para animar azamiga que estão no mesmo barco, vou contar o que fiz para conseguir isso, sem passar fome e de maneira saudável.

Quando meu filho nasceu, entrei naquele esquema de ser 100% mãe e esqueci de mim. 

Tinha engordado só 9 kg na gravidez e consegui emagrecer esses quilos na primeira semana pós-parto. Mas, aí, veio a amamentação e uma fome enlouquecedora. Resultado: engordei os 9 kg que tinha perdido em 1 mês e voltei a ficar com o peso de grávida, só que sem ter um bebê dentro de mim. Cheguei aos 86 kg medindo 1,70!!!!

Estava gorda, me sentindo feia e, ao mesmo tempo, só pensava no meu bebê e me deixava em segundo plano para tudo. 

Quando ele fez 1 ano, parece que virou uma chavinha dentro de mim.

Vi que eu era uma boa mãe e que eu não precisava esquecer de mim para cuidar dele.

Conversei com a Lia, que tinha feito um regime ótimo antes de engravidar do Miguel, e ela me falou do programa Em Casa do Vigilantes do Peso. Sim, porque com um bebê de 1 ano e mil coisas pra fazer, eu não tinha tempo de ficar indo em reuniões semanais.

Comprei o programa e comecei a comer e contar os pontos. Me pesava toda semana e voltei a malhar. Na academia, vou de 3 a 4 vezes por semana e faço 1 hora de esteira (hoje já corro por 45 minutos a uma velocidade de 8.0 km/h e os outros 15 minutos são tiros de 2 minutos a 9.5 km/h no intervalo de cada 2 aparelhos de musculação). 

Vou participar, com a Lia e a equipe Foca na Balança, da minha primeira prova de corrida, a Vênus 5 km.

Mas, o que você come?

Para o meu tipo de metabolismo, a chave para o sucesso é a atividade física. Eu PRECISO me movimentar, senão, por mais que eu coma certinho, não emagreço quase nada, no máximo mantenho meu peso.

Mas, é claro, a alimentação é super importante também.

Minha rotina alimentar é basicamente essa:

10h – Tapioca com requeijão light e caneca de café com leite desnatado com adoçante.

12h – Academia

13h30 – Almoço com carboidrato em pouca quantidade, salada verde, legumes e proteína.
Nunca como nada frito, não bebo durante as refeições e não como sobremesa.

16h – Tapioca com geléia e chá com adoçante

19h – Mesmo prato do almoço, mas sem o carboidrato ou sanduíche de pão integral com peito de peru e alface (ou algo do gênero).

Mantendo essa rotina na maioria dos dias, não tem problema NENHUM comer um pedaço de pizza quando amigos vêm jantar na sua casa, comer coxinhas numa festa no fim de semana,pedir suco e sobremesa num restaurante aos sábados. 

Não vai ser isso que estragará seus objetivos, se for EXCEÇÃO e não REGRA.

Para mim, esse período de @foca na balança teve um significado especial. Foi muito mais do que emagrecer, do que estar de bem com a balança, do que me sentir bonita novamente.

Foi o resgate da Carla mulher, que entendeu que ser mãe é maravilhoso, mas que ser mãe e mulher com M maiúsculo é melhor ainda."


Se inspirou como a Carla? Está seguindo nossas dicas e já mudou sua vida?

Manda pra gente seu depoimento com fotos no focanabalanca@gmail.com !

Um grande beijo e #focanabalança
Lia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Papo de Psicóloga: Planejamento

Por Karina Alvarez Lopes e Aragão - Psicóloga
Um grande aliado de qualquer projeto inclusive reeducação alimentar e dieta é o PLANEJAMENTO.
Nós já falamos de motivação, que vêm a ser o primeiro passo, mas conhecer os seus motivos e parar por aí não leva ninguém a lugar nenhum. Depois de listar porque queremos emagrecer,devemos listar como vamos emagrecer .
É interessante lembrar que temos duas grandes questões a serem trabalhadas:
Reeducação alimentarAtividade Física
Para reeducação alimentar devemos ter alimentos saudáveis disponíveis e então levantar os seguintes questionamentos: 
Quem/quando vai comprar?
Quem/quando vai preparar?
Qual o cardápio que vamos seguir?
Quais são as exceções da dieta? 
Lembre-se que, sem planejamento a probabilidade de atacar um pacote de bolacha recheada na hora da fome aumenta exponencialmente, agora, se houver cenourinhas cortadas em palitos disponíveis na hora que bate aquela fominha. fica mais fácil resistir não é mesmo?
Para tanto, minha sugestão é q…

Meta 1 - Concluída com Sucesso !!

Como toda quarta feira, hoje pela manhã eu me pesei.

Sabia que estava bem perto da minha meta, já que na semana passada a balança marcou 65,8 kg.
A minha meta de número 1, quando comecei o projeto em 13/02, era de chegar no peso que engravidei do meu segundo filho Miguel, os 65 kg.
Mas Lia, você me pergunta, como assim meta número 1?
Eu explico!
Todas as metas devem ser adaptáveis. A gente nunca deve estipular uma meta "x" e pronto.
Se for assim, a gente chega lá (e não importa o quanto demore) e quando chega, faz o que?

Volta à vida de antes?
Nesse raciocínio, tracei 3 metas (e não coloquei prazo para alcançá-las):
1- A mais "fácil" - 65 kg 2 - A de dificuldade média - 62 kg 3 - A muito difícil - Manter o peso eliminado bem longe e tonificar a musculatura (esta última para durar a vida toda).
Pois bem, subi na balança e ela SORRIU o riso mais lindo de todos os tempos marcando:

Sim, Sra e Srs !!!! 64,5 kg !!!!

0,500 a menos do que eu havia estipulado !!!

E como che…

Sorteio Camiseta Foca na Balança

Meninas, hoje estou lançando o primeiro sorteio aqui do Blog.

Iremos sortear uma camiseta Foca na Balança !

A camiseta vai na cor azul e no tamanho G, caso a ganhadora prefira outro tamanho deverá aguardar o prazo de produção de uma nova remessa, que leva cerca de 20 dias.

Se este tamanho estiver ok, o prêmio será enviado em até 2 dias após a confirmação da ganhadora ou do ganhador.

Enviarei, sem custos ao sorteado, pelos Correios na modalidade PAC.

Sortearemos pelo programa Randon.org no dia 19 de abril e o resultado será publicado simultaneamente aqui, na Fanpage e em nosso Instagram.

Cadastrem seus e-mails que mais acessam no formulário pois entrarei em contato e a vencedora (ou o vencedor) terá 48 horas para retornar meu "chamado de confirmação".

Caso passem as 48 horas e eu não consiga o retorno do vencedor, será realizado um novo sorteio.



Para participar é só seguir atentamente as regras abaixo:

1 - Preencher o Formulário Completo

2 - Ter endereço de envio no Brasil

3 …