Pular para o conteúdo principal

Foca no Resultado: A história de Carla

Mais uma história de uma amiga querida que, começou junto com a gente e já está colhendo os frutos de "Focar na Balança".

Conheça a história de Carla, 31 anos, mãe de Arthur.

"Breve histórico

Eu sempre tive tendência para engordar e passei a vida de olho na balança e fazendo atividade física para queimar energia e não precisar ficar sempre privada de comer coisas
gostosas. Tenho 31 anos e fiz 3 regimes até hoje:

- Com 13 anos, quando entrei para a adolescência e vi que estava acima do peso. Fui de 69 kg para 48 kg com 1,63 cm e me mantive magra até ao 23 anos.

- Com 25 anos, quando vi que morar junto engorda. Fui de 79 kg para 62 kg com 1,70 cm.

- Com 31 anos, quando vi que, no meu caso, amamentar não emagrece. Cheguei a pesar 86 kg e hoje estou com 69 kg com 1,70 cm. Minha meta final é chegar aos 67 kg.

De outubro de 2012 até fevereiro de 2013 (ou seja, 5 meses), emagreci 12, 5 kg e alcancei minha primeira meta, que era perder 10% do um peso. 

Em abril, minha segunda meta foi alcançada: perder mais 5% do meu peso. 

Essa reta final é mais demorada, porque já não estou mais com sobrepeso, então o ritmo de emagrecimento é menor.

O processo

Para animar azamiga que estão no mesmo barco, vou contar o que fiz para conseguir isso, sem passar fome e de maneira saudável.

Quando meu filho nasceu, entrei naquele esquema de ser 100% mãe e esqueci de mim. 

Tinha engordado só 9 kg na gravidez e consegui emagrecer esses quilos na primeira semana pós-parto. Mas, aí, veio a amamentação e uma fome enlouquecedora. Resultado: engordei os 9 kg que tinha perdido em 1 mês e voltei a ficar com o peso de grávida, só que sem ter um bebê dentro de mim. Cheguei aos 86 kg medindo 1,70!!!!

Estava gorda, me sentindo feia e, ao mesmo tempo, só pensava no meu bebê e me deixava em segundo plano para tudo. 

Quando ele fez 1 ano, parece que virou uma chavinha dentro de mim.

Vi que eu era uma boa mãe e que eu não precisava esquecer de mim para cuidar dele.

Conversei com a Lia, que tinha feito um regime ótimo antes de engravidar do Miguel, e ela me falou do programa Em Casa do Vigilantes do Peso. Sim, porque com um bebê de 1 ano e mil coisas pra fazer, eu não tinha tempo de ficar indo em reuniões semanais.

Comprei o programa e comecei a comer e contar os pontos. Me pesava toda semana e voltei a malhar. Na academia, vou de 3 a 4 vezes por semana e faço 1 hora de esteira (hoje já corro por 45 minutos a uma velocidade de 8.0 km/h e os outros 15 minutos são tiros de 2 minutos a 9.5 km/h no intervalo de cada 2 aparelhos de musculação). 

Vou participar, com a Lia e a equipe Foca na Balança, da minha primeira prova de corrida, a Vênus 5 km.

Mas, o que você come?

Para o meu tipo de metabolismo, a chave para o sucesso é a atividade física. Eu PRECISO me movimentar, senão, por mais que eu coma certinho, não emagreço quase nada, no máximo mantenho meu peso.

Mas, é claro, a alimentação é super importante também.

Minha rotina alimentar é basicamente essa:

10h – Tapioca com requeijão light e caneca de café com leite desnatado com adoçante.

12h – Academia

13h30 – Almoço com carboidrato em pouca quantidade, salada verde, legumes e proteína.
Nunca como nada frito, não bebo durante as refeições e não como sobremesa.

16h – Tapioca com geléia e chá com adoçante

19h – Mesmo prato do almoço, mas sem o carboidrato ou sanduíche de pão integral com peito de peru e alface (ou algo do gênero).

Mantendo essa rotina na maioria dos dias, não tem problema NENHUM comer um pedaço de pizza quando amigos vêm jantar na sua casa, comer coxinhas numa festa no fim de semana,pedir suco e sobremesa num restaurante aos sábados. 

Não vai ser isso que estragará seus objetivos, se for EXCEÇÃO e não REGRA.

Para mim, esse período de @foca na balança teve um significado especial. Foi muito mais do que emagrecer, do que estar de bem com a balança, do que me sentir bonita novamente.

Foi o resgate da Carla mulher, que entendeu que ser mãe é maravilhoso, mas que ser mãe e mulher com M maiúsculo é melhor ainda."


Se inspirou como a Carla? Está seguindo nossas dicas e já mudou sua vida?

Manda pra gente seu depoimento com fotos no focanabalanca@gmail.com !

Um grande beijo e #focanabalança
Lia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Planner Diário: Organize seu dia

A gente sempre sabe que precisa ser mais organizada, mas o que acontece é que a rotina nos engole e vamos deixando as coisas pelo caminho, não é mesmo?

Para ajudar a retomar as rédeas da nossa vida e do nosso destino, montei esse planner diário que vai facilitar e muito a organização do seu dia a dia !



É só imprimir e começar a usar!

O que? Não tem impressora ?

Pega uma folha de papel e crie o seu a partir deste modelinho!

Fez?
Posta e me marca que eu quero ver tá?

Um beijo e Foca na Organização

Como Participar do Foca na Balança

A primeira pergunta que todo mundo que chega por aqui faz é essa: "Como posso participar do Foca na Balança?"
Para eliminar toda e qualquer tipo de dúvida que possa surgir, preparei este post para vocês, vamos lá?


Treinamento Funcional na Praia
Nossas aulas de Treinamento Funcional na Praia acontecem todas as segundas, quartas e sextas às 9 da manhã, nas areias da praia do Canal 3 em Santos*, atrás da Concha Acústica.


A primeira aula é grátis e você pode agendar a sua participação enviando uma mensagem pelo nosso Instagram ou Facebook.

* Em caso de chuva forte com raios o treino é cancelado.

Caminhadas Mensais Gratuitas
O nosso grupo inicialmente realizava caminhadas diárias no período da noite nas areias da praia de Santos.

Atualmente, as caminhadas são sempre temáticas e realizadas um sábado por mês, com programação divulgada previamente em nossas redes sociais, saindo entre 9:30/10 da manhã do mesmo local onde as aulas de Funcional são realizadas, no Canal 3, em frente à C…

Foca Responde: Mulher precisa treinar braços?

Todo mundo sabe que assim como os homens odeiam fazer treino de pernas, a grande maioria das mulheres foge dos exercícios que trabalham membros superiores!

Mas porque é que a mulherada evita tanto este tipo de treino?

Muitas mulheres não fazem exercícios de braço com medo de ficar “forte demais”.
O que a maioria não se dá conta é que, a maior parte dos movimentos do nosso dia a dia, exige força adivinhem onde?
Simmmmm, nos braços !

Treinos funcionais (usando apenas a força do corpo) ou de Musculação (usando peso livre ou máquinas) preparam você para atividades que eu tenho certeza que acontecem diariamente em sua rotina como:
- Carregar sacola de mercado,
- Ajudar os filhos com as pesadas mochilas da escola,
- Pegar os filhos, sobrinhos, netos (etc), no colo,
- Mudar móveis de lugar, dentre muitas outras atividades ...

Sem contar que treinar braços, ombros, costas e peitoral melhoram e muito o seu tônus muscular fazendo com que o passar dos anos não sejam cruéis e a flacidez muscular seja minim…