Pular para o conteúdo principal

Amamentação x Exercícios Físicos. É verdade que o leite diminui?

Falar sobre Amamentação é um tema que leva à diversas vertentes, opiniões e histórias pessoais. 

Quando se trata de Amamentação e Atividade Física, ouvesse muito aquele "conselho de Vó" que diz para não fazer muito esforço, pois se não pode diminuir a produção de leite.

Ouvi algumas meninas contando que com elas aconteceu do LM diminuir e como, comigo não aconteceu isso, resolvi ir atrás de artigos que comprovem tal ação.

A minha experiência, amamentando meus dois filhos, foi muito proveitosa!

O Henrique, nasceu de uma cesárea desnecessária e quando foi para o quarto, cerca de 2 horas após nascido, já conseguiu mamar o colostro. Senti dores lá pelo quinto dia, meu seio ficou machucadinho mas, aos poucos as coisas foram se acertando e vitoriosamente ele mamou em livre demanda até 1 ano e 11 meses.

Miguel, nasceu de um lindo parto natural pós cesárea (se quiser, você pode ler meu relato em Nascimento de Miguel) e em menos de 30 minutos de nascido já estava colado à mim, grudado em meu seio e se alimentando do meu leite.

Mamou exclusivamente até os 7 meses e ainda mama em livre demanda leite materno até hoje.

Quando comecei a praticar exercícios no Pós Parto, ouvi muita gente dizer que era para eu pegar leve pois o leite diminuía conforme a intensidade do exercício.

Fiquei receosa mas, como sou muito confiante no quesito amamentação e no poder das mulheres de se produzir esse alimento maravilhoso, não dei bola e continuei me exercitando normalmente.

(Nota: Tem um ótimo artigo publicado do Pediatra Dr Carlos González, que vale a pena a leitura,intitulado Todas as Mulheres Tem Leite?

Ao longo do tempo não notei qualquer modificação em minha produção de LM, muito pelo contrário, sempre antes de sair para malhar eu amamento Miguel e assim que volto amamento outra vez.


Chego em casa com o seio lotado de leite e tirei uma foto do que acontece quando o curioso resolve largar o peito para ver o que esta se passado ao seu redor.

Se der bobeira, voa leite para tudo quanto é lado
Caminhando sempre comigo, tenho uma participante ativíssima do Foca na Balança, a Patrícia, que tem o Antônio (nascido 4 dias após o Miguel) e juntas realizamos diversas atividades pela cidade.

Trocamos muitas figurinhas e com ela também não ocorre a diminuição na produção do LM.

Mas, o que a literatura diz sobre este assunto? Quais artigos comprovam que o exercício realmente não influencia a Amamentação?

Para falar sobre este tema pedi ajuda à uma das Blogueiras mais queridas e inteligentes que eu conheço, a Lígia Sena do Blog  Cientista Que Virou Mãe. Quem nunca morreu de orgulho em ler tudo que ela escreve com tanta propriedade e sapiência?

Me senti super honrada e emocionada quando ela prontamente respondeu meu e-mail e me enviou três artigos sobre o tema para que eu pudesse ler, entender e falar no assunto.

Dei uma boa lida em cada um deles e posso concluir que, de acordo com os estudos e trabalhos científicos sobre este tema, não há relação entre o Exercício Físico e a Redução na Produção de Leite Materno.

Abaixo cito partes de alguns deles para que vocês possa ler e entender também.

No artigo "Posicionamento da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte: Atividade Física e Saúde da Mulher" da Revista Brasileira de Medicina do Esporte, encontramos a seguinte informação:

"Uma adequada prescrição de exercícios para mulheres deve ser capaz de reduzir os efeitos deletérios do sedentarismo. Para assegurar a melhor relação risco/benefício a prática regular de exercícios deve obedecer a determinados fundamentos. Modalidade, duração, freqüência, intensidade e modo de progressão são os principais parâmetros a serem observados...
...Resultados expressivos podem ser atingidos tanto através de atividades programadas (por exemplo: caminhar, nadar, pedalar, hidroginástica) como também através de atividades do cotidiano e de lazer, como subir escadas, cuidar de afazeres domésticos, cuidar do jardim, dançar, etc.
Um programa ideal deve ser realizado na maior parte dos dias da semana, com a duração das sessões variando entre 30 e 90 minutos, de forma contínua ou não. É importante fazer com que o hábito de se exercitar se transforme em algo tão natural como, por exemplo, cuidar da própria higiene...
... Os exercícios no período pós-parto, não existindo complicações, iniciam-se 30 dias após o parto normal e 45 dias após a cesariana, aplicando-se os mesmos princípios utilizados para a prescrição de exercícios na população em geral. O retorno às condições pré-gestacionais, especialmente em atletas, dependerá do grau de aptidão que a mulher mantiver durante a gestação.
...Possíveis influências do exercício na fase de amamentação foram avaliadas em um ensaio randomizado que analisou os efeitos de atividades aeróbias realizadas a 60-70% da FC de reserva, durante 45 minutos, cinco vezes por semana, não se observando nenhuma diferença significativa no volume e na composição do leite materno após 12 semanas. A única diferença significativa observada neste estudo foi um aumento de 25% no O2máx do grupo ativo. Conclui-se, portanto, que o exercício físico é seguro para o lactente e eficaz para a mãe no período pós-parto."

Já no artigo "Atividade Física na Gravidez" de Victor K.R. Matsudo e Sandra M.M. Matsudo, encontramos o que se segue: 

"A recomendação da atividade física após o parto também vai depender do condicionamento físico, do estado de saúde e da motivação da mãe e das metas propostas.
A atleta pode retornar as atividade físicas leves já na primeira semana após o parto e ir incrementando gradualmente a intensidade, devido a que muitas das mudanças só desaparecem em um prazo que varia de uma a oito semanas...
...A lactação não é incompatível com atividade física moderada (38) mas é importante a mulher 
manter uma adequada hidratação e nutrição...
...Podemos concluir que exercícios maternos moderados e talvez mesmo intensos durante a lactação não impede a aceitação, o volume e a qualidade de amamentação do bebê"
E para fechar com chave de ouro, partes do texto traduzido do artigo em Inglês "Effects of dieting and physical activity on pregnancy and lactation1’2" - Dewey and McCrory (Efeitos da dieta e atividade fisica em gestantes e lactantes) dizem:
"Durante o período pós-parto, muitas mulheres estão ansiosas para emagrecer e recuperar o tônus ​​muscular. O exercício é muitas vezes recomendado como uma alternativa à dieta devido aos seus benefícios conhecidos para a manutenção de massa magra, aumentando a perda de gordura, e melhorando sua capacidade cardiovascular...

... De outro modo os efeitos fisiológicos de exercício servem para proteger o aleitamento em face de um déficit de energia. A Prolactina,  o hormônio indutor da produção de leite, aumenta em resposta a um ataque agudo de exercício (50-52). Se este aumento temporário da prolactina tem qualquer efeito sobre o desempenho da lactação não é conhecido...

...Muito menos informação existe sobre os efeitos do exercício durante a lactação do que durante a gravidez. Lovelady et al (57) conduziu um estudo transversal de oito sedentárias e oito mulheres que se exercitavam e estavam amamentando crianças de 9 a 24 semanas...



...As mulheres ativas tinham uma capacidade aeróbica muito maior, e tendem a ter maior volume de leite e leite de energia saída do que as sedentárias. Os grupos não diferiram significativamente em concentrações hormonais de plasma ou composição do leite. Este estudo sugere que exercícios vigorosos não afetam negativamente a produção do leite."
Antes de publicar, aproveitei que o texto seria, de certa forma polêmico, para pedir mais informações para a nutricionista infantil Karine Nunes Costa Durães do Blog Nutricionista Infantil e ela assinou embaixo tudo o que está escrito aqui.

Disse também que fazer atividade física ajuda a relaxar, o que aumenta o nível de ocitocina, favorecendo a saída do leite. 

Praticar exercícios, se sentir bem, no final, favorece a amamentação e também em relação a corroborar com outros aspectos de vida saudável, inclusive, na decisão de amamentar.

Sendo assim queridas amigas mamães que amamentam e estão lutando para voltar à forma, não fiquem preocupadas achando que por se exercitar, seu bebê vai perder este líquido precioso.


Estou me exercitando diariamente e lembro sempre que o sucesso na produção de leite está relacionado com o meu descanso,a ingestão de água e a sucção do bebê ao seio.

Seguindo estes passos, ao menos por aqui, o resultado é sucesso total !

Se o seu leite diminuiu após o início das atividades físicas, pode ter certeza que a causa vem de outro lugar e não do exercício.

Pra finalizar, uma fotinho minha após correr a prova dos 10km Tribuna, com o peito doendo de tão cheio de leite e amamentando Miguelito, ansioso pela minha chegada !




Um grande beijo e #focanabalança
Lia

*Agradecimento mais do que especial à Ligia Sena e à Karine Durães!*

Referências:
"Posicionamento da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte: Atividade Física e Saúde da Mulher"  Revista Brasileira de Medicina do Esporte - ano 2000
(Rev Bras Med Esporte vol.6 no.6 Niterói Nov./Dec. 2000)

"Atividade Física na Gravidez" de Victor K.R. Matsudo e Sandra M.M. Matsudo

Centro de Estudos do Laboratório de Aptidao Física de Sao Caetano do Sul - CELAFISCS
Publicado no livro: A Grávida. TEDESCO JJ (Editor), São Paulo, ATheneu, pp. 59-81,2000

Effects of dieting and physical activity on pregnancy and lactation1’2
Kathryn G Dewey and Megan A McCrory
The American Journal of Clinical Nutrition
Am J C/in Nutr 1994;59(suppl):446S-53S. Printed in USA. © 1994 American Society for Clinical Nutrition

Comentários

  1. Parabéns pela sua força de vontade!! Conheci teu blog através deste texto, amamento exclusivamente e em livre demanda meu bebê de 6 meses e preciso criar vergonha na cara e voltar a praticar alguma atividade física. Vou ler teus outros posts, quem sabe não me animo? Beijo!!

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito bacana! E é super pertinente esse tema! Parabéns, Lia!
    E é bom ressaltar o texto dos Matsudos. Que, embora andem por aí propagandeando bebidas gaseificadas que só fazem mal à saúde, também produzem coisa relevante... É a velha história capitalista de sempre...
    Parabéns mais uma vez!
    Vou recomendar!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  3. Excelente seu post Lia!!
    Precisamos mesmo desmistificar essas crenças!
    Amei que você citou o dr Vitor Matsudo! Ele é excelente!!!!!!
    beijao
    Lele

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Planner Diário: Organize seu dia

A gente sempre sabe que precisa ser mais organizada, mas o que acontece é que a rotina nos engole e vamos deixando as coisas pelo caminho, não é mesmo?

Para ajudar a retomar as rédeas da nossa vida e do nosso destino, montei esse planner diário que vai facilitar e muito a organização do seu dia a dia !



É só imprimir e começar a usar!

O que? Não tem impressora ?

Pega uma folha de papel e crie o seu a partir deste modelinho!

Fez?
Posta e me marca que eu quero ver tá?

Um beijo e Foca na Organização

Como Participar do Foca na Balança

A primeira pergunta que todo mundo que chega por aqui faz é essa: "Como posso participar do Foca na Balança?"
Para eliminar toda e qualquer tipo de dúvida que possa surgir, preparei este post para vocês, vamos lá?


Treinamento Funcional na Praia
Nossas aulas de Treinamento Funcional na Praia acontecem todas as segundas, quartas e sextas às 9 da manhã, nas areias da praia do Canal 3 em Santos*, atrás da Concha Acústica.


A primeira aula é grátis e você pode agendar a sua participação enviando uma mensagem pelo nosso Instagram ou Facebook.

* Em caso de chuva forte com raios o treino é cancelado.

Caminhadas Mensais Gratuitas
O nosso grupo inicialmente realizava caminhadas diárias no período da noite nas areias da praia de Santos.

Atualmente, as caminhadas são sempre temáticas e realizadas um sábado por mês, com programação divulgada previamente em nossas redes sociais, saindo entre 9:30/10 da manhã do mesmo local onde as aulas de Funcional são realizadas, no Canal 3, em frente à C…

Foca Responde: Como diminuir o tamanho dos meus braços?

Em um processo de emagrecimento, é muito fácil e rápido notar as transformações em nossas roupas, em nosso rosto e porque não dizer em nossas medidas também não é mesmo? Porém, o que muita gente nota, e reclama, é que em algumas áreas específicas do corpo, o processo demora para acontecer! Este é o caso dos braços !
O meu mesmo, é a última coisa que diminui quando me programo para eliminar alguns excessos. Daí você me pergunta:
- Tá! E aí? Como faz? Preciso que meu braço diminua! Tem algum exercício pra isso? Te respondo:
Como já disse anteriormente, o corpo não escolhe onde ele vai captar a gordura para o processo de emagrecimento e o melhor exercício para diminuir a gordura corporal em geral continua sendo o bom e velho exercício para o corpo todo. Pode ser caminhada, pedalada, corrida...
Pode ser natação, lutas ou esportes em geral...
Pode ser treinamento funcional, musculação ou Crossfit ... O que vai contar verdadeiramente para o seu sucesso é a combinação:
Constância e Alimentação C…